Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (88) 9 9251 6601

Encontre o que deseja

NO AR

Ibiapaba FM

    Ceará

Situação hídrica do Ceará é a melhor desde 2013

O balanço parcial dos reservatórios no estado já teve um crescimento expressivo se comparado a igual período de 2021, saltando de 12 açudes sangrando para, pelo menos, 33.

Publicada em 26/04/22 as 05:48h por G1/Ceará - 60 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: G1/Ceará)
Os 155 açudes monitorados no Ceará acumulam 34,6% de volume de água. O resultado é a melhor reserva hídrica desde setembro de 2013, de acordo com a Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH). Em junho de 2020, o volume chegou a 34,51%.


A quantidade de reservatórios sangrando no estado já é mais que o dobro do mesmo período no ano anterior. Atualmente, são pelo menos 33 açudes sangrando e oito açudes acima de 90%. Na manhã desta segunda-feira, a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) confirmou o 34º açude que sangrou. Isso já garante o ano de 2022 como um dos melhores anos de aporte hídrico da última década. Em igual período de 2021, apenas 12 açudes estavam sangrando.

O secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, frisou que o mês de março apresentou chuvas acima da média, principalmente da região do Cariri, o que melhorou o nível do Açude Castanhão, o maior açude da América Latina.

“Nós temos a situação de abastecimento hídrico garantida e com as chuvas, até o fim de maio, essa situação pode ficar ainda mais confortável”, disse o titular da SRH. Ele ressalta ainda que apesar do índice hídrico atingir bons números, é importante destacar que a situação ainda precisa de cuidados.

“Algumas regiões do nosso estado, como o Sertão Central/Banabuiú, não tiveram bons aportes. A Bacia do Banabuiú se encontra com apenas 8%. A gestão hídrica do Ceará, através do Grupo de Contingência, segue monitorando e definindo ações para que todas as regiões fiquem seguras”, complementa Teixeira.

O Açude Orós é o que possui o melhor volume dos três maiores do Ceará. Atualmente, o índice é de 46,21%, o melhor desde 28 de setembro de 2014. Já o Castanhão, com 19,61% de volume, ainda não possui garantia para o abastecimento de todos os usos.

“Por outro lado, melhoramos muito a garantia para o abastecimento humano da Região Metropolitana de Fortaleza”, garante Teixeira. O reservatório atingiu a melhor marca desde 17 de julho de 2015, sendo, inclusive, o que ganhou maior recarga nesta quadra chuvosa, com mais de 600 milhões de m³ aportados.

Já o Banabuiú, terceiro maior açude do Ceará, apresenta cenário mais delicado.

Açudes sangrando no Ceará:
Maranguapinho
Itapebussu
Caldeirões
Diamantino II
Jenipapo
Itapajé
Gameleira
Germinal
Barragem do Batalhão
Junco
Rosário
Itaúna
Batente
Gangorra
Muquém
Ubaldinho
Cauhipe
Pau Preto
Tijuquinha
Angicos
Valério
Gavião
Poço Verde
São Vicente
Quandú
Acarape do Meio
Frios
Várzea da Volta
Mundaú
Tucunduba
Amanary
Sobral
Acaraú Mirim.
Já sangraram: Cocó e Do Coronel.

Acima de 90%:

Aracoiaba
Araras
Ayres de Sousa
Do Coronel
Olho d’Água
Pacajus
São Domingos II
Trapiá III.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (88) 9 9251 6601

Comercial - (88) 9 9251-3177 - Todos os direitos reservados