Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (88) 9 9251 6601

Encontre o que deseja

NO AR

Playlist da Ibiapaba

    Brasil

Ministério da Saúde mantém indicação de cloroquina após OMS suspender uso

Publicada em 26/05/20 as 06:52h por G1 - 156 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
Nesta segunda (25), a Organização Mundial da Saúde determinou a suspensão dos testes com a droga após estudo demonstrar aumento no risco de morte de pacientes.  (Foto: Reprodução)
A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, disse que o estudo que serviu de base para a decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de suspender testes com hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19, publicado na revista "The Lancet", não tem uma metodologia "aceitável para servir de referência".

"O estudo [da Lancet] não é um ensaio clínico, é apenas um banco de dados coletado de vários países. Não entra em um estudo metodologicamente aceitável para servir de referência para outros países muito menos para o Brasil", disse Pinheiro.

A secretária disse que a pasta acompanha 216 protocolos de uso da cloroquina no tratamento da doença em países como Estados Unidos, Turquia e Índia. Segundo ela, os técnicos do Ministério da Saúde estão "tranquilos e serenos" quanto à orientação que dá autonomia para os médicos oferecerem esse tratamento a pacientes "que assim desejarem".

Suspensão de testes
Nesta segunda, a OMS pediu a suspensão de testes com o uso da hidroxicloroquina no tratamento da infecção pelo novo coronavírus após a constatação no aumento no risco de mortes. A suspensão temporária foi tomada até que a segurança da droga seja reavaliada, já que estudos recentes mostraram que ela não é eficaz contra a Covid-19 e pode aumentar a taxa de mortalidade.








ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nosso Whatsapp

 (88) 9 9251 6601

Comercial - (88) 9 9251-3177 - Todos os direitos reservados