Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (88) 9 9203-1190

Encontre o que deseja

<
NO AR

Top Hits

    Esportes

Brasil x Equador: filho de ministro é goleador do Sul-Americano e nova ameaça contra brasileiros

Publicada em 07/02/19 as 09:49h por globo esporte.com - 11 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:
 (Foto: Ibiapaba FM)
O Brasil precisa vencer o Equador nesta quinta-feira, às 20h50, em Rancagua, para seguir vivo no Sul-Americano sub-20. A tarefa não é fácil. Além da seleção brasileira ainda não inspirar confiança na competição, o time enfrenta no estádio El Teniente o melhor ataque da competição, com 11 gols, e o artilheiro Leonardo Campana - quatro gols no Sul-Americano.

Campana era coadjuvante entre os ponteiros Gonzalo Plata, do Independiente Del Valle, e Avalarado, do Aucas, do México, e o camisa 10 Rezabala Jordan, também do Del Valle. Plata está sendo negociado para o Sporting de Portugal e Jordan despertou sondagens de equipes brasileiras.
Com 18 anos, Campana é jogador do Barcelona de Guaiaquil, mas ainda não estreou no profissional. O atacante tem contrato até o fim do ano e tem torcida de autoridade em casa: o pai dele é Pablo Campana Sáenz, ministro de Comércio Exterior do Equador. Pelo Twitter, o pai de Campana, que é ex-tenista e disputou dupla com Nicolas Lapentti na Olimpíada de 1996, parabenizou o filho pelo gol.

O avô de Leo Campana também é um figurão do esporte no país: Isidro Romero é ex-presidente do Barcelona e também acompanha os passos do neto.
O que o Brasil precisa para se classificar

Basicamente, vencer. Apenas a vitória garante o Brasil chegar com chances na última rodada de se classificar ao Mundial da Polônia, em maio. Melhor seria para os brasileiros a vitória do Uruguai sobre a Argentina, que deixaria os uruguaios com 10 pontos e os argentinos com 6, contra 5 do Brasil. Há confronto direto Brasil x Argentina na última rodada.

Em caso de empate com o Equador, o Brasil não terá mais chance de classificação se a Venezuela vencer a Colômbia (vai a 7 pontos).

Caso os venezuelanos também empatem, o Brasil precisaria vencer a Argentina na última rodada e torcer para o Equador contra os venezuelanos no domingo. Brasil e Venezuela ficariam com 5 pontos e a vaga seria decidida pelo saldo de gols.

A escalação e quem está fora

Amadeu não mostrou o time no último treino. Rodrygo volta para a equipe. Ele ainda não tem Papagaio, que se recupera de entorse no tornozelo e deve ficar à disposição contra a Argentina, e tem duas opções de formação. Com Lincoln como centroavante, Rodrygo atuaria na esquerda e Toró iria para o banco. Se preferir manter Lincoln no banco, Rodrygo centraliza no ataque, como atuou contra a Venezuela, com Toró mantido na esquerda. Ou Ramires centralizado no ataque e Rodrygo pela esquerda, na função que fez Toró contra o Uruguai.

A mais provável escalação é: Phelipe, Emerson, Vitão, Thuler, Luan Cândido; Luan, Bahia, Igor; Tetê, Rodrygo e Lincoln.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário

Nosso Whatsapp

 (88) 9 9203-1190

Comercial - (88) 9 9251-3177 - Todos os direitos reservados